quarta-feira, fevereiro 11, 2009

Metafísica, e da boa

Ouvindo doutos representantes da Igreja Católica nos últimos tempos, deu-me vontade de pedir a essa sagrada instituição que esclareça a minha pobre cabeça loira sobre esta dúvida que me anda a atormentar:

De entre os seguintes atentados às leis da natureza e aos mais básicos princípios da ordem moral e dos bons costumes, qual deles é o pior?

Hipótese A: Homossexual casar com homossexual;

Hipótese B: Mulher heterossexual casar com homem heterossexual, porém este último sendo muçulmano;

Hipótese C: Homem e mulher heterossexuais, a borrifarem-se para a igreja e para o que dizem os padres, andarem na trungalhunguice, partilhando vivências, contas bancárias e diversos tipos de fluidos corporais sem estarem casados.

Pensando bem, deixem lá estar a resposta. Assim como assim, cada um sabe de si, e a haver Deus, deve chegar para olhar por todos.

Até dos padres que dizem, tipo, coisas.

Ou de outra forma, não seria Deus.

8 comentários:

Olho de Lince disse...

lol muito bom. na mouche.

jardim gonçalves disse...

Devia ser proibido casar e "mai" nada!!!!
Aliás, proibido não...sou a favor da eliminação do casamento!!!!
Quer estar junto junta, quer separar separa... que os tempos são de crise e os advogados ganham muito.
Quanto ao serem istossexuais ou aquilossexuais...é só paneleirisses.

Patrícia disse...

eu também acho que a haver Deus ele há-de ser muito superior às mesquinhices da igreja... tipo!

A hipótese D: Mulher heterossexual cristã que casa com homem heterossexual cristão que lhe dá porrada todas as semanas

parece-me a mais aceitável!

who's yo' mama?! disse...

"trungalhunguice" é palavra para entrar no meu vocabulário à força toda! Adorei-a xD

Do resto, só tenho a dizer: bem pertinente...

blimunda sete luas disse...

Cara Patrícia, é isso mesmo!

E who's yo' mama?!, a palavra não fui eu que inventei, que não tenho capacidades para tanto. Se não me engano, remonta aos tempo de O Homem que Mordeu o Cão, Nuno Markl, Pedro Ribeiro, Maria de Vasconcelos, devem ser os justos inventores de tal vernáculo! ;-)

patologista disse...

Bem, e se fosse um padre homossexual a casar com um muçulmano gay? E depois adoptavam um casalito de meninos negros...
Essa é que era!

blimunda sete luas disse...

Bem! Isso, isso... É do mais retorcido que se possa imaginar.

Patologista, não és normal. ;-)

patologista disse...

He! He!, ainda bem!