domingo, agosto 01, 2010

Dúvidas da sociedade de consumo #2

Porque é que há tanta gente aos gritos na publicidade das rádios*?

Julgo que os supra-sumo disto são os gajos da MediaMarkt, marca na qual me recuso solenemente a gastar um tostão que seja por causa das campanhas publicitárias para atrasados mentais que sistematicamente são produzidas. E é claro, por causa dos gritos.

Actualmente são as raspadinhas mais os saldos do Freeport que, a passarem constantemente, por vezes um spot a seguir ao outro, dão cabo da paciência a um santo. A sério, será que a malta que trabalha nisto acha que a falta de criatividade se compensa com gritaria? Ou que por não haver imagem só mesmo aos gritos é que se capta a atenção do ouvinte?

Tenho uma novidade para vocês: detesto gritos e não devo ser a única. Não raras vezes desligo o rádio no momento em que passam os spots por já não suportar mais tanta agressão auditiva. E depois esqueço-me de o voltar a ligar.


* Sou uma ouvinte de rádio preguiçosa. Aliás, nem posso dizer que seja ouvinte de uma rádio. Sou ouvinte do Pedro Ribeiro e como ele está na Comercial, é a rádio que ouço. No resto do tempo, tenho preguiça de mudar de posto. Mas julgo que para a questão em apreço, é tudo igual.

4 comentários:

moi chéri disse...

detesto a publicidade das rádios porque cerca de 98% é de e para mentecaptos. Assim sendo, oiço a antena 1 e a antena 3.

André disse...

Esta é boa, conheço "bem" o Pedro Ribeiro, e nem sabia que tinha blogue.. Já valeu este post por isso ;) gracias!

blimunda sete luas disse...

:-)

A. disse...

Tens a Oxigénio, a Radar, a Europa. Nenhuma delas histérica. E todas com qualidade muito superior à Comercial. Já nem falo na Antena 2, que é apenas para quem gosta mesmo...