sexta-feira, setembro 15, 2006

Literatura, palavras cruzadas e sudoku

Que o meu pai cultiva o hábito da leitura, já eu sei de há muitos anos. Palavras cruzadas, também foi sempre um passatempo preferido, tudo bem. Agora, sudoku? Ficámos de boca aberta, eu e a minha irmã. O sr. Manuel, do alto dos seus 75 anos, anda-me a fazer sudokus como se não houvesse amanhã.

"Ah e tal, os do Correio da Manhã e do Record faço com uma perna às costas. Os do 24 Horas são uma porcaria e desconfio que estão todos engatados. E os do Público são difíceis à brava, vejo-me à rasca para os fazer e muitas vezes não consigo..."

Meti a viola no saco. Sim, porque aqui esta cabeça loira que vos tecla está prontinha a varar a noite dissertando sobre questões profundas como o Existencialismo nos filósofos alemães, os dogmas e contradições da religião católica, a pintura Expressionista. Mas se me puserem daqueles quadradinhos com números à frente os meus neurónios começam a chocalhar todos uns contra os outros e o único pensamento que consigo formular é "sistem failure".

Sudoku. "Ah e tal, tenho um sistema para fazer aquilo...". E explicou como é o sistema. Não percebi patavina. Mas abençoado seja o exercício regular que ele faz ao próprio cérebro. Cheira-me que são anos ganhos de sanidade mental, e mais tempo para nós podermos desfrutar da sua companhia com boa saúde.

13 comentários:

Lucia disse...

pois.. you should try though...
a matemática nunca fez mal a ninguém, eo treino ajuda a melhorar a capacidade de raciocínio e a eficácia da memória. É por isso que me desgosta ninguém fazer nada a sério em relação a matemática.Limitam-se a permitir que os coitadinhos dos chavalitos entrem pra escola com a ideia que a matemática morde e nunca a estudem a sério, e depois "ai que temos de arranjar exames mais fáceis"...
Pronto, foi a minha oportunidade de ressabiar...
Mas fico feliz por vossemecê se terá oportunidade de disfrutar dum pai com tão devota idade ainda com a bela capacidade de fazer raciocínios matemáticos que possam exigir alguma complexidade. Parabéns ao paizinho e à filhinha babada ;)

Joaquim Varela disse...

Peço desculpa cara lucia, mas Sudoku, para mim, pouco tem a ver com matemática, apesar de envolver números, que poderiam ser substituidos, facilmente por letras ou por outros simbolos quaiqueres.

A única coisa que Sudoku poderá ter a ver com matemática é alguam lógica e mesmo assim, seria algo forçado.

Excercita a mente? Sem sombra de dúvidas. Dá dignidade e incentiva o interesse pela matemática? Tenho as minhas dúvidas.

zeboma disse...

Concordo com o Joaquim, realmente aquilo é lógica e raciocínio, mas não propriamente matemática, já que podíamos subtituir os números por letras, símbolos, bolinhas às cores, etc, e dava no mesmo.
Mas é claro que é muito melhor que as pessoas façam Sudoku do que se deixem "estupidificar" passivamente a ver por exemplo programas de TV que nada lhes ensinem ou em nada contribuam para que pensem ou reflictam sobre o mundo.
Concordo com o pai da Blimunda quanto ao grau de dificullade dos sudokus nos diferentes jornais, e talvez isso tenha a ver com o "target" de leitores que cada um tem.

Lucia disse...

Peço desculpas, talvez não me tenha feito entender bem. Penso que sudoku tem a ver com a matemática,não por causa dos numeros. Os numeros podem facilmente ser substituidos por qualqur outra coisa - mas sabem que não é por isso que deixa de ser matemática - a minha prof da primária eninou-me a somar e subtrair com frutas e vegetais, é por isso que deixou de me ensinar matemática ou apenas me terá feito entender que se aplica a qualquer coisa?...
E quanto ao raciocinio, sim,penso que existe. O excelso pai da caríssima Blimunda teve de encontrar uma lógica, realizar um raciocinio lógico para descortinar um modus operandi na resolução dos seus exercicios de sudoku - não serãodo mesmo género dos exercicios matemáticos, lógicas de raciocinio que aprendemos a realizar com as matemáticas?
Talvez me engane... Eu própria não "consumo" sudokus, terei apenas realizado meia duzia na minha vida, se tantos, porque tambémme parecerem demasiado similares. Mas isso não me bloqueia a capacidade de cítica...

sobrinha disse...

Espero do fundo do coiro que os próximos exames de matematica sejam so feitos de sudokus....quanto a sanidade mental, minha querida tia, pelos vistos devo desfrutar de muita pois ja so me faltam 4 páginas pa acabar o meu livro de 360 sudokus!
livro esse que posso desde ja informar, foi comprado no bazar e é nao é mau de todo pois em 300 e nao sei quantos, só tem 2 ou 3 sudokus com erro!Erros esses que eu já fiz o favor de corrigir!
E tenho desde já a informar k kem começou a saga na familia fui eu...ou seja, para alem de ter excelentes ideias, disfruto de uma grande sanidade mental...isto afirma a minha tia!

sobrinha disse...

Só um parentesis ...está comprovado cientificamente que os sudokus servem de terapia a pessoas com dificuldades de memoria, para doenças tipo, alzeimer, parkinson e outras tantas que tenham a ver com o nosso pc corporal(cerebro).

Joaquim Varela disse...

E de que sofres tu sobrinha? Parkinson, Alzeihmer ouy algo muito pior?

blimunda sete luas disse...

Tem pelo menos um grave problema linguístico, já que existem práli uns tantos "k" a fazer as vezes de "qu"...

A ver se inventam um sudoku amigo da língua portuguesa! ;-)

sobrinha disse...

ja existem sudokus com letras!!!!!
isto é só uma abreviatura das palavras!é K eu sou só um bocadito menos preguiçosa K a minha tia!

Kerido tio...poxo ser doente da cabexa.....mas se for hei-de admitilo.no entanto comtinuo a fazer sudokus, K pela opiniao da minha tia me concedem uma grande SANIDADE MENTAL!

Patrícia disse...

o teu pai tem razão... os do público são difíceis "comó caraças"!!

solnascente disse...

Todos nós sabemos que as loiras não gostam de fazer contas, mas a Lucia não é loira de certeza.
solnascente

solnascente disse...

PS:Lê Pitágoras.

Paulo Freixinho disse...

As do Público já estão um pouquinho mais fáceis... ;-)... amplexos e ósculos!... ;-)...