quinta-feira, setembro 29, 2005

Já tenho o dia estragado

Não é possível. Eu não percebo nada de carros. Mas um carro que muda o óleo em Fevereiro (o que já fora estranho, que a mudança anterior tinha sido em Junho do ano anterior), chega ao dia de hoje em acusa falta de óleo outra vez?... Sete meses?...

Isto não é normal... Não é não... Tou lixada...

Quando, mas quando é que eu comprarei um carro que não me dê chatices?... Mais valia ter comprado outro Renault Clio, chatices por chatices tinha empatado menos dinheiro. Merda!...

(crise existencial)

14 comentários:

Joaquim Varela disse...

Então, então...mas isso causa alguma crise? Basta adquirir um litro desse produto, feito essencialmente de um dos derivados do hidro-carboneto mais caro de TodóPlaneta - assim como também contém um série infindável de aditivos e detergentes), que cumpra as exigências do construtor no que diz respeito à sua classificação SAE, de fluidez e graduação, detectar o local na tampa do motor por onde se possa emborcar tal líquido, até na vareta o mesmo estar na marca "MAX" e está o caso arrumado!

(de uma forma mais prática, é adquirir um litro da mesma marca que usas e acrescentar. Qual é o problema?)

blimunda sete luas disse...

Grumpfh...

P disse...

Claramente cheira-me que estamos na presença de um Fiat... (Sorry Joaquim) :-))

patologista disse...

Que chatiçe, estes carros que precisam que tratem deles! Tanta tecnologia, tanta evolução e eles ainda não vão sozinhos à garagem?
Vái de bicicleta!! Hi!hi!hi!

blimunda sete luas disse...

Olha! Isso é que era positivo! Pior é que as bicicletas também precisam de óleo algures, acho...

Admirável P, manda a justiça dizer que não, não se trata de um Fiat... É mesmo um Volskwagen, que pelos vistos BEBE ÓLEO COMÓ CARAÇAS E AINDA POR CIMA TUDO O QUE É GAJO DIZ-ME COM AR DE ENFADO QUE "é normal"...

Qual máquina de passar a ferro qual quê, um carro auto-reparador, isso é que é!...

Joaquim Varela disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Joaquim Varela disse...

Por acaso, caro P., não é um carro dessa magnífica Fábrica Italiana di Automobili de Turin, mas antes porém, um "chaveco" supostamente "made in Germany", de uma marca com sede em Wofsburg e que é muito conceituada, junto do incauto automobilsta português. Mas isso não interessa para nada, dado que estamos na presença do clássico caso de atrapalhação com algo de tão fútil, como verter para o chamado carter de óleo, um litrito ou um pouco mais do atrás referido lubrificante de forma a repôr o nível indicado para um adequado funcionamento do motor do tal "chaveco". O que convenhamos é coisa para pôs os cabelos em pé ao comum dos mortais. Ou então não...

E ainda voltando ao assunto, querem lá ver que os carros suecos, agora andam sem óleo?! Querem lá ver que não o gastam? Pfffffff! Elitisas do catano, pá!

blimunda sete luas disse...

Pois, pois... "atrapalhação com algo de tão fútil".

Isso é tudo muito giro. Então diga lá, ó senhor sabichão dos automóveis, e quanto a copas de soutien? Hã? Qual é a diferença entre copa A, copa B, C, ou D? Diga lá, vamos, diga! Como? Não sabe?... Uma coisa tão fútil, francamente, não percebo a atrapalhação...

Ora toma. ;-)

Joaquim Varela disse...

Copas?! Isso é brincadeira de míudos!

Ora bem, então é assim! O vencedor da Copa A, defronta o 2º classificado da Copa B, e o Vencedor...

Não? Não é nada disto?

Ah, tem a ver com glandulas mamárias?! Ah, sim? OK. Então vamos a nova tentativa!

Copa A é uma copa em que a glândula pode ser arrebanhada, digamos por uma mão de tamanho normal. A Copa B, já é uma Copa em que sobra um ou outro pedaç... Também não? Ó diacho.

Bom, então vou tentar explicar de uma outra form...

A Copa A é uma Copa em que (...)
enquanto a Copa D, já é uma Copa em que se pode utilizar um semi-sintético multigraduado 5w40 que satisfaça a norma SAE SJ/CE e que há à venda num qualquer posto de vendas desse lubrificante.

P disse...

Só vocês para me fazerem rir!!! É pá um VW ? Irra, que isso é malta chupista!
Os carros suecos? Caro Joaquim, não me fales nisso. O meu carro sueco não vale, nesta altura do campeonato, o preço de um Punto jeitoso, pelo que I rest my case. Blimunda: vende esse chaço. :-)

blimunda sete luas disse...

Não vendo. Primeiro, porque ainda não está pago ;-)

Segundo, porque mesmo sabendo que tens razão, VW é malta chupista (e como!), eu gosto muito do meu carro. Sobretudo depois de já ter óleo outra vez e se verificar que não há fugas nem nada, hoje já acho que é o melhor carro do mundo.
Vidas...

Bart Simpson disse...

Tantos dramas...
Sugestão: trocas de carro com com o Varela, aceitas a boleia do Patologista e aceitas dar umas voltas com o P a ver se ele te convence que o dele é o maior...

patologista disse...

Ok, a minha bicicleta tem um cestinho à frente. Vais lá enfiada (salvo seja!), com as perninhas ao dependuro a abanar. Se fores de saia pode ser refrescante!
Quanto a carros, percebo tanto deles como de copas de soutien, ou seja dos primeiros quero que andem, dos segundos quero que desandem...

blimunda sete luas disse...

Sim senhor! Quem diria, que uma mera mudança de óleo iria estimular tanto as imaginações?...