sexta-feira, agosto 12, 2005

É deprimente

O maior dá hoje destaque a este artigo. Mesmo correndo o risco de ser redundante, aqui fica ele destacado também neste humilde barraco.

Li isto e fiquei deprimida. Não só pelo tema em si, que já dá motivo de sobra para esse efeito. Também por causa deste malvado modo de ser português (e contra mim falo), que se dá ao luxo de saber sempre tudo o que está mal, conhecer os esquemas todos, e por sistema encolher os ombros e optar pela inércia.

Ao menos que se vá denunciando. Sempre se pode optar por ser incómodo e maçador, qual moscardo zumbindo aos ouvidos do gigante adormecido...

1 comentário:

Carla Marques disse...

Na mouche, Blimunda! Por acaso já o tinha lido há dias e partilho do mesmo ponto de vista. Se todos sabemos o que se passa, estamos à espera de quê? Os nossos políticos estão à espera de quê? Não há tomates para fazer frente a estes criminosos? Começo a estar fartinha de viver num país adiado... valham-me estes blogs que podem não resolver nada, mas pelo menos valem para um bom desabafo!