terça-feira, agosto 23, 2005

Que gandas broncos!

Já não basta o País estar a arder como está. Andarmos há não sei quantos dias a levar com telejornais inteiros só a mostrar os incêndios todos.

Nota: e eu não sou das que pensam que as televisões devem omitir as imagens dos incêndios, atenção. Acho que as televisões têm que estar lá, e mostrar, e falar do assunto até à exaustão, porque se eles não mostram então é que isto tudo passa mesmo como se não fosse nada. Agora, já estou um bocado farta daquela pornografia jornalística de constantemente se mostrarem pessoas em total desespero porque em minutos perderam tudo o que possuem, e vir uma abécula qualquer de micro na mão perguntar "como é que se sente, e agora o que vai fazer?". É criminoso, a meu ver, e devia ser punido.

Continuando. Já não basta chegarmos à conclusão que, sejam eles cor-de-laranja, cor-de-rosa, azul e amarelo ou cor-de-burro-quando-foge, a incapacidade dos governantes pegarem nos problemas a sério e resolvê-los, é, para mal de todos nós, o denominador comum.

Já não basta isto tudo. E hoje, para comprovar que os Portugueses são uns tristes, a SIC, a propósito dos incêndios, considerou como notícia interessante para incluir no Jornal da Noite, a colaboração que prestaram à Sky News, e mostraram imagens do directo (!) que um jornalista da SIC fez, a falar Inglês (que lindo, ahhh....) para a dita estação televisiva... Tipo, vejam como somos bons, entrámos em directo para a Sky News...

Dir-me-ão, com tantos problemas sérios neste âmbito, este assunto é um fait divers (sim, eu também sou muito culta e evoluída, sei falar Francês, e Inglês também). Com certeza. Mas isto dá conta, a meu ver, da pequenez de espírito que continua a caracterizar os Portugueses. Torna evidente como somos totalmente incapazes de cuidar do que é nosso. E como perdemos tempo precioso da nossa vida a espreitar por cima do ombro, a ver como os outros são bons, a invejá-los, e a ficarmos muito preocupadinhos com o que pensam a nosso respeito.

Não temos o mínimo apreço por aquilo que somos, quanto mais por aquilo que temos. À nossa volta está tudo a arder, mas ao menos somos uma notícia de relevo internacional. Esta canção do Sérgio Godinho vem bem a propósito disto... Que gandas broncos!...

1 comentário:

mamã Xana disse...

Pior! Quando o pessoal estrangeiro tenta ajudar e nós não aceitamos a ajuda... como aconteceu com os três bombeiros profissionais franceses (especialistas em fogos florestais)que vieram para Portugal, por sua própria conta e risco, e agora não podem ser integrados numa corporação nacional porque a nossa legislação não o prevê!