quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Acontecimentos, demasiados

"Entre os dias que correm menos mal
Lá vem um que nos dá mais que fazer"

É assim que eu me sinto em relação ao dia de ontem. Tantos dias às vezes que se arrastam uns atrás dos outros, e depois quando algo de significativo tem que suceder, bumba!, vem tudo ao mesmo tempo.

A minha mãe bastante doente, e o desespero para lhe arranjar a assistência médica apropriada.
A minha própria saúde, uma preocupação constante e a requerer muito do meu tempo.
A vida profissional em fase determinante, com contactos e mais contactos, e a necessidade de estar atenta, assertiva, bem disposta, calma.

Tudo isto levou a que ontem eu tivesse uma óptima conversa com um superior hierárquico, uma colposcopia na Maternidade Alfredo da Costa, mais outra conversa, desta vez péssima, com outro superior hierárquico, e no meio de tudo isto, procurar consulta para a mãe, tentar com todos os meios ao nosso alcance que ela seja atendida o mais depressa possível, tentar que a conversa péssima não se sobreponha à conversa óptima... Só sei que no fim do dia a minha cabeça doía e tudo o que me apetecia era colo.

Abençoados anti-depressivos. Não fossem eles, e tenho a certeza absoluta que ontem o meu dia tinha sido um desastre. E abençoados sejam os anjos da guarda, a irmã anjo-da-guarda e eterna companheira de angústias (e alegrias!), os amigos anjos-da-guarda que andam a trabalhar na sombra só porque querem o meu bem, o companheiro anjo-da-guarda que permanece ao meu lado apesar de todos os problemas que andamos a enfrentar há tanto tempo.

Hoje é outro dia. Existir é isto.

6 comentários:

Baltazar disse...

Ha dias assim. Mas coragem ..."não ha mal que sempre dure nem bem que nunca acabe" e cuidado com o uso de antidepressivos. Essas coisas têm o hábito de .... criar hábito.

Bart Simpson disse...

que dose!
'vejo' algumas semelhanças com os meus dias e acredita que percebo o que isso é...

Sonia disse...

Bom Dia

Eu tambem vou fazer uma colposcopia e biopsia ao colo do utero. Tou preocupada pois so tenho 31 anos e ainda nao tenho filhotes, talvez daqui a 1 ano ou 2..... o ginecologista exigiu que eu fizesse depois de um teste hpv positivo de alto risco. Esta marcada para Março. Doi?

blimunda sete luas disse...

Não dói nada, Sónia. Vá sem receios. Veja só se tem alergia a alguma coisa, porque conforme o exame que lhe façam podem usar determinados produtos para fazerem contraste. Eu, por exemplo, sou alérgica ao iodo. A colposcopia mais não é do que um exame ginecológico feito ao microscópio, em vez do médico olhar cá para dentro a olho nu.

Quanto à biópsia, é um pouco mais desagradável, porque é retirada uma pequena amostra para análise que tem que ser cortada, não há volta a dar-lhe. É natural que tenha um ligeiro sangramento depois, conte com isso. Mas não custa, não se preocupe, e o seu médico há-de lhe explicar tudo melhor que eu.

Quanto ao hpv, eu também já tive (em matéria de problemas ginecológicos, infelizmente tenho um longo historial. Em contrapartida não sei o que são dores de dentes ou infecções urinárias...). Fiz tratamento há muitos anos atrás e não foi muito agradável. Acredito que hoje em dia seja menos penoso. Mas não deixe de seguir à risca tudo o que o médico lhe indicar, porque isso é umm problema complicado e tem que ficar bem tratado, para evitar que torne a aparecer. O seu parceiro também vai ter que ser tratado, mas isso você já deve saber. Boa sorte!

Sonia disse...

Essa parte do parceiro, é q é mais complicado, pois por mais anos que passe os homens nunca têm problema nenhum, nunca é nada com eles, enfim...
Obg pela S/ atenção....

Pedro Aniceto disse...

As melhoras da mãe!