quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Vivam os anti-depressivos!

Na Segunda-Feira passada cheguei ao pé do meu médico num estado de tal maneira miserável, que ao fim de cinco segundos ele já estava a passar a receita dos comprimidinhos que fazem rir os elefantes. "A pílula da felicidade", foi o que ele lhe chamou. E sim, infelizmente a depressão é mais outro efeito colatoral do problema que já chateia tanto que já nem me apetece pronunciar-lhe o nome. É isso mesmo, olha, vou dar um nome à puta da minha candidíase. Vai passar a chamar-se Voldemort, ou aquela cujo nome não pode ser pronunciado.

Que isto só me faz lembrar aquela anedota do médico que atende um doente com diarreia, e que por engano lhe passa calmantes. Mais tarde quando o encontra e lhe pergunta se está melhor, o doente responde: "muito melhor, senhor doutor. Eu continuo a borrar-me todo, mas agora já não me ralo".

Mas não é que a coisa funciona? Desde Segunda-Feira para cá que já consigo dormir sem pesadelos estúpidos, não ando a chorar por tudo e por nada, tenho as ideias mais claras, e isto é que eu acho fantástico, recebi ontem a convocatória para uma entrevista de emprego, e hoje tive uma conversa com um amigo que pode ter sido uma ajuda preciosa para definir o meu futuro profissional. Ah! E pagaram-me o almoço num restaurante fino dois dias seguidos!

É o que diz a minha irmã. À conta dos anti-depressivos ainda vendo a casa já esta semana!...

6 comentários:

Phantom disse...

Felizmente nunca precisei de antidepressivos, mas a dar esse tipo de resultados...quem sabe :o)
Agora sem brincadeiras, as melhoras e pensamento positivo :o) Há sempre amigos, nem que sejam bloguistas, por aqui para animar o pessoal :o)
Fica bem.

Pois Claro sou EU disse...

AH! sua grande esta e aquela, faltava o pormenor de que na segunda vez no restaurante também não pagares nada...
Bolas que as pu... das pílulas da felicidade são mesmo fortes, estou capaz de começar a tomar duas por dia.

diana disse...

mt força é td o q te desejo. e não esqueças uma coisa: somos mts os q aqui vêm ao teu cantinho, se preocupam e pensam em ti, mm sem te conhecerem (como eu). parece-me um espécie de amizade, e como amiga te digo: estou contigo, tudo há-de ficar bem.***

Pedro Aniceto disse...

Fónix! Diz lá o nome das pílulas! ;)

paula a. disse...

olá blimunda...na quinta feira passada tb fui a uma consulta (convencida pela minha mãe) e tb me foi diagnosticada uma depressão...a médica receitou-me xanax 0.5 e ampolas para o cerebro e estou a aguardar pela data da marcação da psiquiatra do posto médico...embora fisicamente ja me esteja a sentir melhor, psicologicamente ainda estou mt afectada pelo trauma da candida albicans...a medica de familia acha q a psiquiatra vai tentar ajudar esta frustação e tristeza q sinto dentro de mim...como ja te disse uma vez acho q devias ir a ginecologista para ela ver se tens uma ferida no colo do utero para te a queimar...eu a 3 meses q ja n tenho crises e ja me sinto melhor fisicamente...beijinhos paula a.

blimunda sete luas disse...

Pedro, a pílula da felicidade é paroxetina. Ainda joguei no Euromilhões e os dois primeiros números calharam em cheio nos que eu tinha. Depois é que o efeito do comprimido já não deu para mais...