terça-feira, dezembro 27, 2005

Day after

Então, o Natal? Ah e tal, passou-se. O importante é estar junto da família, não é? Sim, sim, isso é o mais importante. Jantar com a família, trocar prendas com a família, almoçar no dia seguinte com a família, tentar equilibrar os diferentes jogos de forças que existem entre os vários membros da família, ouvir as lamentações e os mesmos comentários de sempre da família, manter a calma e a serenidade perante crises de infantilidade dos elementos mais velhos da família...

Se calhar é por isso que nos enchemos de comida até ao esófago, no Natal. É para tentar afogar as frustrações que sempre acompanham esta noite, tão plena de amor e de paz.

Comi demais, como sempre. Estou com uma overdose familiar.

2 comentários:

Pois Claro sou EU disse...

Idem, Idem...

Aspas, Aspas...

Ufa, mas não foi mau de todo...

sobrinha disse...

Viva os bombeiros e os piketes que me proibem de tar enfiada na cozinha a discutir sobre ovos e farinha!