quarta-feira, dezembro 21, 2005

Exm.º Sr. Querido Pai Natal

Venho por este meio, já que pelos vistos toda a gente faz isto, e não é que eu ache que um indivíduo vestido de vermelho, com umas barbas brancas, aparentando uma idade já avançada, mais apropriada para estar em casa sossegadinho com uma manta pelos joelhos, ou quando muito para concorrer a Presidente da República, do que para andar por aí a aparecer na casa das pessoas todas numa única noite, ele sempre há gente muita bisbilhoteira, credo, e que não contente com isto, ultimamente até se pendura nas varandas a torto e a direito montes de tempo antes do Natal, dizia eu, não é que eu ache possível que V.ª Ex.ª tenha condições de me presentear com o que passo a expor, mas não vá o diabo tecê-las, também afinal pedir não custa, e vai na volta ainda resulta, solicitar estas duas singelas prendas de Natal:

Prenda n.º 1: Um comprador para a minha humilde casinha, que eu estou bem farta dela e do sítio onde ela está, e eu queria duma vez por todas vendê-la, para poder comprar outra maior e mais bonita e num sítio mais catita.

Prenda n.º 2: Um novo posto de trabalho, de preferência noutro local e numa área um bocadinho diferente do que este em que me encontro actualmente, que estou a precisar à brava de mudar de ares, e já agora, se não for pedir muito, inclusive tendo em consideração o solicitado na prenda n.º 1, a receber um ordenado mais elevado que o actual.

Era isto. Obrigadinha pela atenção. Pede deferimento,
blimunda sete luas

P.S.: Eu quero mesmo muito estas coisas. Por isso, Sr. Querido Pai Natal, estou disponível para negociar as contrapartidas que considerar necessárias, inclusive eventuais favores sexuais, isto claro no limite do razoável, ou seja, só o senhor, sem renas nem duendes à mistura, que eu sou uma rapariga séria e não quero cá badalhoquices com animais ou outras criaturas. Que eu não condeno nada dessas coisas, atenção, desde que todos queiram, o que é preciso é que as pessoas sejam felizes. Um Santo Natal para si e para os seus.

6 comentários:

Joaquim Varela disse...

Fazes mal em limitar essas opções, porque já me disseram que os duendes não são de se deitar fora...

blimunda sete luas disse...

Ah sim?... Com que então "disseram-te"... Tá bem, tá bem... Deixa-te lá estar convencido que enganas a malta com essa do "disseram-te".

A mim "disseram-me" que já tens a prenda de Natal!... Eu faço uma pequena ideia do que já tiveste que andar a fazer aos duendes...

Pois Claro sou EU disse...

Antes de qualquer comentário, alguém me explica qual o sexo dos duendes para eu poder catalogar este senhor aqui de cima?

Mas atenção também não tenho nada contra, desde que não esteja ninguém contrariado...

E ainda, se tiveres que pagar com os tais favores, não te esqueças de incluir uma caixa de viagra no pedido. Para além da idade, subir tanta janela, varanda, etc. deve dar cabo de várias coisas a nível físico, calculo eu.

Bart Simpson disse...

"Adorável Blimunda,

Primeiro os favores sexuais, depois o teu contrato e condições. Aprendi a negociar assim com o Cavaco.

Pai Natal"

blimunda sete luas disse...

"Exm.º Sr. Querido Pai Natal,

Sempre ouvi dizer que quem paga adiantado fica sempre mal servido. Aprendi com o meu paizinho, que nunca me deixou ficar mal, ao contrário desse senhor com o qual aprendeu a negociar. Primeiro as prendas. Tenho dito.

blimunda"

Bart Simpson disse...

"Blimunda,

No way. Ou aceitas estas condições ou vais parar ao desemprego. Lembra-te que és um quadro da Sonae e nós cá temos uma politica de enrrabar tudo e todos com o que quisermos.

Tira a senha que é já a seguir.

Pai "Choné" Natal...