sexta-feira, novembro 04, 2005

Um padre improvável (I)

Amanhã conto passar algum tempo a ouvir este senhor a falar.

Vou comprar mais uns livros para a pilha, é o que é. Este Padre é autor de livros com nomes tão sugestivos quanto "Fátima Nunca Mais", "Fátimamente", "E Deus disse: do que eu gosto é de política, não de religião", "O Outro Evangelho sobre Jesus Cristo", e o meu título preferido, "E se com o Papa enterrarmos também esta Igreja Católica Romana?".

Ainda não o conheço, mas já gosto dele.

Nota que não tem nada a ver (ou então tem): Já comecei a ler "As Intermitências da Morte". Logo no primeiro capítulo diz-se uma coisa gira. "Sem morte não há ressurreição, e sem ressurreição não há Igreja." E o meu comentário é: ora aí está.

4 comentários:

Pois Claro Sou EU disse...

"Fatimamente" - O Senhor ainda corre o risco de se confundir as Fátimas, e se pensar que o Padre é de Felgueiras...

blimunda sete luas disse...

Por acaso acertaste na mouche! O Padre Mário está muito ligado a Macieira da Lixa, que pertence ao concelho de Felgueiras! E esta, hein?...

P disse...

Amiga, não podes perder a entrevista do Padre Mario nas "Conversas Ribeirinhas".A sério, vê.
Ainda não sei a data certa, mas irá para o ar este mês. I'll let you know. bjs

blimunda sete luas disse...

Olha! Pois claro que quero saber isso!