quarta-feira, outubro 17, 2007

De maneiras que é isto

- Na Terça-Feira da semana passada fiz a mudança. Voltei à minha casa antiga para a deixar minimamente limpa, agarrei numa sacola com meia dúzia de coisas e fui dormir a casa dele. No dia seguinte, fui trabalhar.

- Na Quinta, Sexta e Sábado, limpei a cozinha. Ou parte dela, porque no Sábado apelei para a ajuda de mais um par de mãos. Constatei nessa altura que há partes de uma casa que só se podem limpar se a casa for desmontada, o que pode depois trazer outro tipo de chatices. Começaram as pinturas e os arranjos, a minha casa ficou feita num estaleiro.

- No Domingo limpei roupeiros e comecei a arrumar caixas. As pinturas continuaram.

- Na Segunda-Feira voltei ao trabalho. Ao fim do dia, chegar a casa, mais pinturas, mais limpezas, mais arrumações, até cair para o lado de cansaço. Terça-Feira, mais do mesmo, com a particularidade de ficar a saber que a nova fechadura da minha antiga casa me vai custar noventa e oito e qualquer coisa que eu já nem ouvi bem. Euros, evidentemente.

- Hoje. Duas horas e meia à espera dos senhores da EDP que vinham trocar o contador, mas que não vieram. Em contrapartida (?), veio o período menstrual, que no meio desta loucura toda, passava bem sem ele. O trabalho a acumular-se, porque as ausências têm sido mais que muitas. Reuniões na hora de almoço.

E ainda tanta, tanta coisa começada em casa e tão pouca acabada. As pinturas, quase todas feitas a partir das seis e meia da tarde, prolongam-se até altas horas da noite. E antes de Sexta-Feira não acabam, de certeza. Hoje vou outra vez acampar para outro lado. Acho que está a fazer-me falta uma pausa para descansar e tentar descontrair um bocado.

É que, mesmo sabendo que esta fase é inevitável, custa muito chegar a casa e ver aquele caos generalizado de roupa suja pelo chão, móveis cheios de pó, pincéis e chaves de fendas e tudo a exigir mais tempo do que aquele que é possível disponibilizar.

De maneiras que é isto. Ando estafada. Mas sei que vai passar. E verdade seja dita, quando alguma coisa consegue ficar limpa e minimamente organizada, fica muito bonito!...

7 comentários:

Pois Claro Sou EU disse...

E o que dizer desta ansiedade, para que tudo fique ok, para que começem os famosos almoços e jantares......

mamã Xana disse...

Eu espero que consigas dar conta do recado durante o fim-de-semana... porque hoje definitivamente não foi um bom dia (e não vou falar dos outros!)

[E só digo isto aqui porque não me vais conseguir mandar com alguma coisa à cabeça! :P]

Tu tem calma, ouviste!!

blimunda sete luas disse...

É o dependurado... Não viste as cartas da Maya? O nosso signo esta semana calhou-lhe o dependurado, e quando assim é... não falha!!

redjan disse...

E qual seria o 'tesão' da casa nova se aparecesse desembrulhada e a cheirar a novo ? Bli ... estás a transformar este novo sitio .. no TEU sitio, com o teu cheiro e manias ! Parece-me que vai ser feliz nas tuas mãos ...

Cati disse...

Coragem!!!
Está quase... já se sabe que o quase é o mais difícil... mas vai valer a pena! Quando tudo estiver acabado vais olhar à volta e pensar "Uau... este é o MEU canto"!!!

Um beijinho e força nessas bricolagens!!!

1rapariga disse...

Daqui a "umas pinturas", nem te vais lembrar da trabalheira. quando começares a "dependurar" os quadros, a colocar os "bibelots" a organizar os livros e te sentares no sofá a contemplar isto tudo.. F..-se. finalmente acabei. está lindo o meu canto!!
Eu já passei por 3 mudanças e resisti.. Força nas trinchas.

sobrinha disse...

pah eu podia me oferecer pa pintar as paredes se kizeres...eheh...n sei é se ficariam como tu keres mas pronto o mais k poxo fzr é um quadro.