quinta-feira, julho 28, 2005

Silly Season

Ele há dias, tal como hoje, em que o meu trabalho não tem outra forma de ser caracterizado: tenho aqui que bater uma série de punhetas a grilos...

Quando terminar estarei capaz de me sentar em frente à televisão durante horas, com um prato bem grande de bifes com batatas fritas à frente, comendo compulsivamente enquanto vejo telenovelas mexicanas...

Enfim, vidas...

6 comentários:

Joaquim Varela disse...

Está giro...

Esta situação é susceptível de comentários do mais brejeiro que se possa imaginar, mas é preferivel estar calado, dado que não faz de todo o meu género.

Dentro do possível, um bom resto de dia de trabalho e esquece lá a degustação compulsiva, que isso não está com nada. Mal por mal, antes o belo do gelado (os de fruta são os mais deliciosos) e coiso e tal...

PS: Agora que estou a reler isto, não deixa de ser curioso o facto da 2ª parte do meu comentário poder ter várias leituras, mas juro que não fiz de propósito!

diasdemae disse...

Eu é mais amigos, caracóis e a bela da imperial... para quando quiseres (e trás companhia)!!!;p

blimunda sete luas disse...

Ai ai ai, "trás" é quando alguma coisa cai ao chão e faz barulho, o que querias dizer era "traz companhia".

Mas tudo bem, caracóis, imperial, amigos, são tudo coisas bem mais importantes que isso. Thanks!

diasdemae disse...

Eu não escrevo bem «traz»... mas sei o que é um acento agudo e um acento grave!AH!

Agora vamos acabar com isto e comer caracóis!!!!

Nelson Santos disse...

"Bater punhetas a grilos" é, realmente, das melhores e mais exemplificativas expressões que existem na nossa língua!

Pois Claro Sou EU disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.